Pular para o conteúdo.

Lauren Woolstencroft

O grande legado da “garota de ouro” dos Jogos Paralímpicos de Inverno.
Nascimento 24 de nov. de 1981
Cidade natal Banff, Alberta, Canadá
Esporte Esqui alpino paralímpico
Jogos Paralímpicos de Inverno 2002, 2006, 2010

ALCANÇANDO O IMPOSSÍVEL

Lauren nasceu sem o antebraço esquerdo e sem a parte inferior das pernas, mas isso não foi capaz conter a paixão dela pelo esporte. Ela começou deslizando na neve como um passatempo de fim de semana junto ao pai, um entusiasta do esporte, e rapidamente o esqui se transformou em uma vocação cheia de paixão para a aspirante a atleta. Apesar dos imensos desafios e contratempos, Lauren começou a participar da equipe de esqui alpino paralímpico de Alberta aos 14 anos.

“Quando competi pela primeira vez, é claro que eu pensei que o topo do pódio parecia impossível. Mas durante os anos de treinamento e trabalho árduo, e com uma excelente equipe me apoiando, consegui transformar aquela ideia em dez medalhas em Jogos Paralímpicos”.


Abre aspas Determinação seria a palavra certa para descrever minha jornada nos Jogos Paralímpicos. Fecha aspas

Lauren continuou desafiando o que parecia impossível, descida por descida. Enquanto participava da equipe de esqui alpino paralímpico do Canadá, Lauren tornou-se uma das esquiadoras alpinas paralímpicas mais premiadas do mundo, ganhando dez medalhas (oito ouros, uma prata e um bronze) pela equipe canadense em Jogos Paralímpicos de Inverno.

Ao anunciar sua saída das competições de esqui em 2010, Lauren afirmou que gostaria de ser lembrada como uma atleta que enfrentou os desafios e os superou para alcançar o sucesso.

Pesquisa sobre o site

Após visualizar esse conteúdo, você acredita que a Toyota está no caminho para se tornar uma empresa de mobilidade?

Obrigado.