INSPIRANDO A MOBILIDADE AO REDOR DO MUNDO

A Toyota é o Parceiro Oficial do Comitê Olímpico Internacional e do Comitê Paralímpico Internacional. Acreditamos que podemos conquistar o impossível quando nos movemos.

Como o Parceiro Oficial de Mobilidade Mundial do Comitê Olímpico Internacional e do Comitê Paralímpico Internacional, acreditamos que quando nos movemos, podemos conquistar o impossível.

Akio Toyota abrindo os braços durante discurso vibrante.

“Sob a bandeira Olímpica e Paralímpica, queremos reafirmar o poder do esporte na união dos povos.”

“Sob a bandeira Olímpica e Paralímpica, queremos reafirmar o poder do esporte na união dos povos.”

Akio Toyoda

Presidente da Toyota Motor Corporation

Compromisso da Toyota

A Toyota acredita que você pode alcançar o impossível quando se move. É por isso que temos orgulho de ser um parceiro dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Estamos completamente comprometidos com a expansão do potencial humano por meio do movimento, e por isso estamos orgulhosos por sermos Parceiro dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Os Jogos são a maior celebração mundial do movimento humano e com eles podemos conhecer o verdadeiro poder do esporte: desafiar, inspirar e unir todos nós. Como o Parceiro Oficial de Mobilidade Mundial do Comitê Olímpico Internacional e do Comitê Paralímpico Internacional, nosso lema é inspirar as pessoas a superar limites, cruzar a linha de chegada e conquistar o impossível.

Os Jogos representam a maior celebração mundial do movimento humano e nos dão a oportunidade de conhecer o verdadeiro poder do esporte: desafiar, inspirar e, acima de tudo, unir. Como o Parceiro Oficial de Mobilidade Mundial do Comitê Olímpico Internacional e do Comitê Paralímpico Internacional, nosso lema é inspirar as pessoas a superar limites, cruzar a linha de chegada e conquistar o impossível.

Todos merecem a chance de praticar esportes. É por isso que a Toyota ajuda pessoas do mundo todo a se tornarem atletas paralímpicos.

Na intenção de levar o verdadeiro valor do esporte a todos os cantos do mundo, estamos trabalhando com o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) para ajudar os atletas paralímpicos que têm sede de vencer a conquistar seu sonhos, seja qual for a sua realidade.

Andrea Eskau tomando impulso na sua bicicleta.

ANDREA ESKAU ANDREA ESKAU

CICLISTA ALEMÃ DE HANDBIKE, BIATLETA PARALÍMPICA E ESQUIADORA CROSS-COUNTRY

Andrea Eskau é uma atleta paralímpica da Alemanha. Ela já ganhou quatro medalhas de ouro. A Toyota criou uma bicicleta especial e esquis para ela competir nas Paralimpíadas. Temos orgulho da Andrea e de sua determinação para vencer.

Por muitas temporadas, a Toyota apoiou a alemã vencedora de quatro medalhas de ouro, Andrea Eskau, com uma bicicleta de fibra de carbono especialmente desenvolvida para os Jogos Olímpicos e esquis sentados para os Jogos Paralímpicos de Inverno. Andrea nasceu com a garra e a determinação dos campeões. Foi mágico fazer parte da belíssima história dessa atleta incrível.

Tyrone Pillay se preparando para lançar o peso.

TYRONE PILLAY TYRONE PILLAY

ATLETA PARALÍMPICO SUL-AFRICANO LANÇADOR DE PESO E FUNCIONÁRIO DA TOYOTA

Tyrone Pillay trabalha na Toyota da África do Sul e também é lançador de peso paralímpico. Ele nasceu com uma deficiência física, mas isso não o impediu de competir. Tyrone recebeu o prêmio Toyota Global President's Award 2017 por suas conquistas no esporte.

Também estamos orgulhosos de torcer por nosso Tyrone Pillay, especialista técnico da Toyota de Durban, África do Sul, que é um fenômeno do lançamento de peso. Tyrone nasceu com uma deficiência no pé, mas nunca desanimou na sua busca pelo impossível. Ficamos honrados em oferecer a Tyrone o Prêmio Toyota Global President's Award de 2017 pelo seu excelente desempenho e pelo trabalho em equipe nos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

A Toyota tem orgulho de todos os atletas que decidem realizar sonhos impossíveis.

Cada feito, grande ou pequeno, de nossos atletas é uma vitória para nós da Toyota, que somos infinitamente inspirados e estimulados pela implacável garra com que superam barreiras e realizam sonhos impossíveis.

ATLETISMO PARALÍMPICO

TATYANA MCFADDEN TATYANA MCFADDEN

Tatyana McFadden competindo com sua bicicleta em uma corrida.

Tatyana tem 28 anos. Ela nasceu com um problema na coluna e viveu em um orfanato na Rússia quando criança. Mesmo assim, Tatyana ganhou 17 medalhas nas Paralimpíadas pela equipe dos Estados Unidos, desafiando o que acreditamos ser possível.

Apesar da pouca idade, aos 28 anos, a atleta norte-americana Tatyana McFadden já conquistou 17 medalhas paralímpicas. Nascida com a espinha bífida e tendo passado seus primeiros anos de vida em um orfanato na Rússia, Tatyana desafia o impossível em cada competição que participa.

Tatyana McFadden competindo com sua bicicleta em uma corrida.

NATAÇÃO

RAMI ANIS RAMI ANIS

Rami Anis praticando o nado borboleta na piscina.

Rami é um nadador da Síria. Por conta da guerra em seu país, nadou pela Delegação Olímpica de Refugiados em 2016. Rami está mostrando ao mundo o que é ter força e coragem.

Ex-nadador da Delegação Olímpica de Refugiados em 2016, Rami Anis está treinando para atingir seu próximo objetivo olímpico em 2020. Mesmo que a guerra tenha destruído sua cidade natal em Aleppo, Síria, Rami continuou sua jornada olímpica, mostrando ao mundo o significado a palavra resiliência.

Rami Anis praticando o nado borboleta na piscina.

ATLETISMO

SEUN ADIGUN SEUN ADIGUN

Seun Adigun tentando encontrar fôlego enquanto cruza a linha de chegada.

Seun Adigun é uma corredora nigeriana-americana. Em 2012, ela competiu pela Nigéria nos 100 metros com barreiras. Sua nova meta é guiar o bobsleigh da equipe da Nigéria.

A corredora nigeriana-americana Seun Adigun competiu pela Nigéria em 2012 nos 100 metros com barreiras, e sua nova meta é guiar o bobsleigh da equipe da Nigéria.

Seun Adigun tentando encontrar fôlego enquanto cruza a linha de chegada.

MARATONA

LUIK TRIPLETS LUIK TRIPLETS

Trigêmeas Luik sorrindo triunfantemente enquanto levantam a bandeira da Estônia depois de correr a maratona olímpica.

Leila, Liina e Lily são três irmãs da Estônia. Elas são as primeiras trigêmeas idênticas a competir juntas nos Jogos Olímpicos.

Embora as irmãs estonianas Leila, Liina e Lily tenham se qualificado individualmente, foram as primeiras trigêmeas idênticas a competir juntas nos Jogos Olímpicos.

The Luik triplets smile triumphantly as they raise the Estonian flag above their heads after running the Olympic marathon.